Para mim foi muito positivo, nos conhecimentos que adquiri, tanto em teoria, como especialmente na prática, obrigado senhores... [ ver ]
ForDrive Noticias

ForDrive Noticias

Veja o mapa mundial das mortes nas estradas
 
Todos os anos morrem mais de um milhão de pessoas vítimas de acidentes rodoviários. Este é o mapa que conta cada uma dessas mortes.
 
Em Portugal morrem cerca de três pessoas por dia vítimas de acidentes rodoviários (Apesar dos número divulgados pela ANSR?!). Apesar de esta ser uma tendência que tem vindo a diminuir  no nosso país ao longo dos anos, este número é demasiado alto, não só em Portugal mas em todo o mundo.
 
A equipa premiada do Pulitzer Center criou um mapa interativo que mostra os sinistros anuais em cada país (são poucos onde não existe informação oficial como pode ver no mapa no fim do texto) e, em conjunto com a Organização Mundial de Saúde (OMS), quer alterar este cenário pessimista.
 
De acordo com o último relatório da OMS, os sinistros rodoviários atualmente matam 1,24 milhões de pessoas em todo o mundo, um número que se estima triplicar nas próximas duas décadas. Caso esta previsão venha a acontecer, em 2030 o número de vítimas mortais nas estradas, nos países ditos desenvolvidos, será superior às mortes provocadas pela sida e a malária.
No entanto, não é nestes países onde se morre mais nas estradas. Apesar de 50% do tráfego mundial ocorrer nos países desenvolvidos, é nos países em desenvolvimento que sucedem 90% das mortes no trânsito.
 
Para além do mapa que contabiliza cada morte anual nas estradas de cada país, o mapa criado pelos jornalistas do Pulitzer Center mostra ainda vários dados interessantes sobre alguns dos países que mais se destacam neste campo.
 
52,6% DAS MORTES EM PORTUGAL OCORREM EM ACIDENTES COM AUTOMÓVEIS

Em relação a Portugal, os números oficiais apontam para que anualmente morram 937 pessoas, mas as estimativas da OMS apontam para que o rela número seja de 1257, com 14,7% das mortes a ocorrerem com peões. Com 52,6% das mortes, os carros são o veículo que mais vitima nas estradas nacionais, seguido das motas com 23,9%.
 
Já no estrangeiro, e entre os países desenvolvidos, destaca-se a Rússia onde o recente aumento no número de condutores aumentou drasticamente na última década, colocando este país da Eurásia com cinco vezes mais mortes que a média da União Europeia e o dobro das que ocorrem nos Estados Unidos.
 
Na Suécia, e apesar das estradas cobertas de neve e gelo, é o país onde menor número de mortes ocorre, com "apenas" 266 vítimas mortais por ano, uma média de 3 pessoas por cada cem mil ao ano.
 
No Brasil, o maior número de mortes ocorre durante o Carnaval. As autoridades deste país, que é o mais populoso da América do Sul, atribuem o pico de fatalidades neste período ao álcool mas, de acordo com a OMS, esta não tem sido uma prioridade da polícia local.
 
   
 
 
  Esta notícia foi visualizada 1696 vezes
  ver todas
   
   
 
Contactos
Noticias
 
 
 
 
Certificação ForDrive

DGERT
Acreditação Entidade Formadora


Entidade acreditada formação SBV-DAE

 
decada
   
   
inicio | mapa do site | termos de uso | politica de privacidade